REUNIÃO SOBRE A DESAPROPRIAÇÃO

No Conselho de Campus de 30/11 começaram a discutir as questões da reunião de negociação do reitor. Um tema que apareceu foi a desapropriação. Foi entendimento do Conselho que não existia acúmulo nem uma discussão anterior que desse base para a decisão. Com isso em mente convocamos uma reunião para deliberarmos uma posição dos estudantes frente a desapropriação
18 horas na Quinta-Feira 
 

Publicado em agenda, informe | Publicar um comentário

AS AULAS VOLTAM, MOBILIZAÇÃO PERMANECE

Fotos espalhadas pelo saguão, mural do grevista e conversas de corredor marcam a volta às aulas. Paralisados desde 6 de outubro, estudantes agora organizam para finalizar o semestre de 2010, ainda que entendendo a importância de manter as discussões.

Assim, na agenda do blog consta as assembleias já marcadas. Nesses horários não terão aulas, reuniões, nenhuma atividade concomitante! Tudo para garantir o movimento vivo! Fique atento ao calendário!

Publicado em o movimento diz | Publicar um comentário

OCUPAÇÃO SIMBÓLICA!

Veja o cartaz: OCUPAÇÃO FESTIVA

Na terça feira, faremos uma Ocupação Simbólica na UNIFESP – Campus Baixada Santista (Unidade II, Ponta da Praia). Para participar:
a) venha na segunda feira às 14h para ajudar a decorar o Campus;
b) inscreva você e/ou sua banda paraparticipar do Palco livre, mandando email pro C.A. (daunifespbs@gmail.com) ou durante a assembleia de terça feira, às 9h;
c) compareça na ocupação;
d) traga doces, salgados (pode ser bolo, torta, salgadinho, bolacha…!) e contribua com o nosso lanche coletivo;
e) todas as alternativas acima

Até breve!

Publicado em agenda, o movimento diz | Publicar um comentário

Relatoria CEG (25.11): sobre reposição de aulas

Na reunião da Câmara de Ensino e Graduação (CEG), ocorrida em 25/11, foi definido o seguinte calendário como indicativo para a reposição de aulas:

01/12/2010 à 21/12/2010 = 3 semanas de reposição (possibilidade de reposição aos sábados – à definir com cada curso)
24/01/2011 à 25/02/2011 = 4 semanas de reposição + 1 semana de exames.

Para os alunos dos 4º, 6º e 8º termos, que deveriam fazer estágio a partir do 5º, 7º e 9º termos, respectivamente, retornam um pouco mais cedo:

17/01/2011 à 28/01/2011 = 2 semanas de reposição
02 e 03/02/2011 = período de rematrícula
07/02/2011 = início dos estágios – 5º, 7º e 9º termos

Para todos, inclusive calouros:
14/03/2011 = início do ano letivo de 2011 – semana de integração
(o início para os calouros será adiado para depois do carnaval, e assim, veteranos e calouros começam juntos)
Tudo isso é um indicativo. Esse calendário será discutido em cada comissão de curso e depois será levado ao Conselho de Campus, na reunião que acontecerá no dia 30/11. Mas é bem provável que não ocorram muitas mudanças, já que os coordenadores de curso participaram da elaboração de tal calendário. Apenas o caso da reposição daqueles que irão para estágio precisa ser discutida com os outros docentes, para garantir a qualidade mesmo com o curto período de reposição. Nesse caso, não foi descartada a possibilidade de retornar antes da data prevista (17/01). Existem dois motivos para esse retorno antecipado: a universidade já firmou compromisso com os campos de estágio e seria inviável uma mudança de data, correndo o risco de perder os campos de estágio e, para que os estágios aconteçam, é necessário terminar o conteúdo de 2010.

Casos individuais serão considerados, de acordo com os seguintes critérios:
1- Intercâmbio
2- Contrato de trabalho
3- Casos médicos
4- Viagens com passagem/hospedagem paga
Esses casos devem ser encaminhados para as respectivas comissões de curso, que serão responsáveis por analisar um por um e buscar soluções satisfatórias.

Sobre a questão de permanência (moradia, alimentação e transporte) durante o período “não-letivo” (alguns dias de dezembro e janeiro), a CEG encaminhará um documento ao NAE solicitando providências para cada caso.
Cabe às comissões de curso avaliar o conteúdo restante e verificar como pode ocorrer a reposição presencial e também não-presencial, já que não há tempo hábil para uma reposição integralmente presencial.

Publicado em informe | 1 Comentário

G1: Alunos da Unifesp Guarulhos fazem paralisação por melhorias no campus

Alunos da Unifesp Guarulhos fazem paralisação por melhorias no campus

Estudantes estão parados há um mês. Paralisação no campus de Santos foi suspensa.

Estudantes do campus de Guarulhos da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) decidiram em assembleia, na noite desta terça-feira (23), manter a paralisação iniciada no dia 21 de outubro. Os alunos reivindicam transporte, auxílio permanência, a construção do campus definitivo, moradia estudantil, reforma do restaurante universitário e mudanças no jubilamento (período máximo para que os estudantes concluam a graduação).

Segundo Ramon Taniguchi Piretto Brandão, de 22 anos, aluno do primeiro ano do curso de ciências sociais, a expectativa era suspender a paralisação, mas os estudantes mudaram de ideia após a divulgação de um relatório da Controladoria-Geral da União (CGU), de 2008, que aponta superfaturamento em contratos de aluguel e compra de 17 imóveis usados pela Unifesp, na região da Vila Clementino.

“O movimento não é contra a Unifesp, e sim, contra o modelo de gestão. Somos contra o sucateamento da educação”, diz Brandão. “Conheço pouquíssimas pessoas que recebem auxílio moradia. Muita gente que precisa não recebe nem o auxílio e nem justificativa.”

Baixada Santista

Também em assembleia realizada nesta terça-feira, docentes e professores do campus de Santos da Unifesp decidiram suspender, a partir de 1º de dezembro, paralisação iniciada em 6 de outubro.

Alunos reivindicam restaurante universitário, moradia e transporte, entre outros benefícios. Os docentes pedem melhorias na infraestrutura da universidade, com a construção do campus definitivo.

Segundo a professora Cristiane Gonçalves da Silva, houve alguns avanços na pauta de reivindicações e, no início do próximo ano letivo, as categorias farão nova assembleia para decidir os rumos do movimento.

Melhorias

O reitor da Unifesp, Walter Manna Albertoni, divulgou carta à comunidade em 17 de novembro. No texto, afirma que a universidade agendou uma audiência no MEC para tratar do aumento das verbas da permanência estudantil.

Sobre a estrutura física, a nota afirma que a conclusão do prédio sede do campus Baixada Santista está prevista para 10 de junho de 2011. De acordo com o texto, “o não cumprimento dos prazos foi justificado pela empresa licitada face ao atraso na entrega de elevadores, ar condicionado e caixilharia externa. Quanto ao complexo poliesportivo e demais áreas para os alunos de Educação Física, a Unifesp já providenciou parceria com o Sest Senat, em São Vicente, inclusive com adequação do espaço físico financiado pelo MEC, até que as instalações próprias sejam concluídas”.

Sobre o campus Guarulhos, Albertoni afirmou na nota que a construção do novo prédio começa no início de 2011. “O atual restaurante universitário será ampliado e mais um conjunto de salas de aula será providenciado para o início do primeiro semestre de 2011”, diz o texto.

Fonte: G1

Publicado em deu na mídia!, movimento guarulhos | Publicar um comentário

MANIFESTO DO CAMPUS BAIXADA SANTISTA

Nós, docentes, estudantes e técnico-administrativos do Campus Baixada Santista, reunidos em Assembleia realizada em 23 de novembro de 2010, na Unidade II do Campus, deliberamos pelo envio de uma carta à Reitoria, manifestando que persiste nossa insatisfação diante do conjunto das respostas aos pontos de pauta discutidos na reunião de negociação.

Mesmo considerando avanços que sinalizam para melhoras, há que se ressaltar que muitos pontos ainda precisam ser resolvidos de forma mais efetiva. É preciso marcar que são mais de cinco anos de funcionamento de um campus da UNIFESP em condições precárias e que o movimento iniciado em outubro passado estrutura-se a partir do descontentamento da comunidade acadêmica.

Após avaliação dos resultados do processo de negociação com a Reitoria e a Direção do Campus, considerados por nós insuficientes e vagos, deliberamos pela continuidade da mobilização com estado de Assembleia Permanente, com o intuito de acompanhar a efetivação dos compromissos firmados. Entretanto, ponderando o compromisso firmado pelas três categorias em relação ao andamento do presente semestre letivo, deliberamos pela suspensão da paralisação dos docentes e da greve dos estudantes e pela realização, na primeira semana do ano letivo de 2011, de uma nova Assembleia Geral do Campus BS.

Em função do que for encaminhado pela Reitoria e Direção do Campus até o próximo período, reavaliaremos nessa Assembleia o estado de suspensão da paralisação dos docentes e da greve dos estudantes, bem como os demais rumos do movimento unificado.

Santos, 24 de novembro de 2010
Comunidade Acadêmica do Campus Baixada Santista

Publicado em docentes, o movimento diz | Publicar um comentário

CONVOCATÓRIA PARA ASSEMBLEIA 3a FEIRA!

A comissão de mobilização/negociação vem convocar a comunidade acadêmica para assembleia geral a se realizar no dia 30/11 (3f próxima) com 1ª chamada às 9hs com quorum mínimo e 2ª chamada às 9h30 a se iniciar com os participantes presentes. A pauta da assembleia será:

– Informes
– Avaliação e aprovação do dossiê preparado pelo GT de Transparência para envio ao MP
– Organização da Agenda de mobilização a partir dos informes dos GTs e da reposição pactuada discutida na CEG

Aproveitamos para lembrar que todos estamos convidados a participar do ato “OCUPAÇÃO SIMBÓLICA” na Ponta da Praia no período da tarde, nesse mesmo dia – 30/11 (3f). Em breve, enviaremos a programação com as atividades culturais e políticas do ato.

Comitê de Mobilização e Negociação Unificado

Publicado em agenda, informe, o movimento diz | Publicar um comentário